Chopper x Bobber – Uma história em comum

52 Flares Facebook 41 Twitter 2 Google+ 9 52 Flares ×

Motos customizadas são uma paixão mundial – e não é de hoje! Depois da Segunda Guerra, as motos passaram por algumas adaptações para se tornarem mais estilosas e personificarem novas atitudes.

Ícones de um espírito liberto e fora do convencional, as motos customizadas podem retratar mais fielmente a personalidade de seu dono.

O que é e como surgiu a chopper

O termo chopper refere-se à remoção ou corte de peças de uma moto (ou chopping), desde que estas não sejam necessárias para o seu bom funcionamento – podem ser retirados os para-lamas, luzes, assentos extras, troca-se o tanque de combustível por um menor, etc. Com isso, a moto fica mais afinada, leve e com um estilo próprio. Outro detalhe interessante é que geralmente são colocadas novas rodas, bem desproporcionais: a roda traseira é maior e mais larga, sendo que a dianteira é menor e mais fina, apoiada por um garfo bem alongado.

moto-chopper

Quando os soldados americanos, os que amavam motocicletas, neste caso, retornaram da Segunda Guerra, se deparavam com um mercado restrito às motos gigantescas e potentes da Harley-Davidson e da Indian. Eram modelos bem robustos e agressivos.

Como haviam lutado na Europa e lá as motos eram mais leves, dinâmicas e ágeis, sem perder o estilo, os “bikers”, como eram conhecidos, passaram a adaptar as suas próprias modas ao estilo europeu, já que os fabricantes americanos sempre lançavam o mesmo padrão de motocicletas.

Dessa forma bem revolucionária, surgiu uma prática que dura até hoje, cheia de técnicas específicas e, atualmente, com diversos novos componentes e possibilidades de customização.

moto-chopper-1

O que é e como surgiu a bobber

As bobbers surgiram da mesma forma que as choppers – como uma forma de personalizar as pesadas motos americanas ao estilo europeu. Se nas choppers a ideia é retirar componentes, as bobbers tinham partes encurtadas (do termo bobbing).

As bobbers eram mais frequentes até os anos 1970 e as motos passaram por tanta customização que o termo usado no processo de personalização passou a ser apenas chopper.

moto-bobber

Motos customizadas hoje

Até hoje, os grandes fabricantes lançam apenas motos seriadas, cabendo ao dono personalizar, se esse for o seu desejo. Você mesmo pode ir personalizando a sua moto ou até contratar uma empresa especializada nesse serviço – estas são mais comuns nos Estados Unidos, compostas por uma equipe bem diversificada de profissionais, designers a mecânicos especializados.

Outro detalhe importante é que o proprietário pode customizar modelos antigos e novos, assim como iniciar uma moto do zero, totalmente personalizada, buscando integrar as peças e tecnologias que há de melhor no mercado, conforme o seu orçamento.

Não há limites para a customização de motocicletas. Antes de uma marca reconhecida, mais vale investir em uma motocicleta que tenha uma alta qualidade, com um visual criativo e que seja uma extensão da personalidade do seu dono.

No Brasil, a customização é ainda um mercado em expansão. Espera-se que nos próximos anos haja uma expansão na variedade de técnicas, complementos e serviços que atendam às motos personalizadas brasileiras.

moto-bobber-1

 


Gostou deste post? Cadastre-se em nossa newsletter no topo desta página e recebe todo mês as atualizações do Blog da Machine Cult. Mas fique tranquilo, respeitamos sua privacidade e não enviamos spam.

 

52 Flares Facebook 41 Twitter 2 Google+ 9 52 Flares ×
final do post5

Comments

  1. Francisco Carlos Padilha says

    Gostei das orientacoes e gostaria de ver mais fotos das bobers ou choppers das sou fa a muito tempo.
    Minha primeira moto aos 16 anos era uma bober ou choper ? pois faltava muitas partes, era uma Royal Enfield 1953 que equipei com um guidao alto estilo easy rider. Muitos anos se passaram e hoje aos 60 continuo vom o coracao de menino e amo estas motos.
    Muito Obrigado por esta recordacao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *